• Guilherme Cardoso

A covid tem tratamento


Olha, vou fazer uma afirmação aqui, baseadas nas minhas constatações diárias, no que leio e no que vejo nos noticiários.

A covid 19 tem tratamento.

Observe você. Diariamente temos visto e ouvido que jogadores de um time inteiro foram contaminados com o vírus, que deputado, senadores e ministros de todas as idades foram contaminados pelo coronavírus, e logo estão todos de volta, totalmente recuperados, como se nada tivesse acontecido com eles. No máximo ficam em quarentena de 14 dias e pronto.

E por que esse pessoal se contamina e se recupera rapidamente, e nenhum deles vem a ficar entubado e chega a falecer?

Certamente por causa do atendimento médico imediato, quase na hora, e pela qualidade dos procedimentos hospitalares que recebem logo a seguir.

Se são jogadores de futebol, os clubes tem uma equipe de bons médicos e aparelhagem avançada para atendê-los na mesma hora, tão logo se constate a contaminação. O mesmo acontece com os políticos que são contaminados., pois dispõem de atendimento médico de qualidade, gratuito e imediato para eles.

Então, quem são esse milhões de contaminados pelo coronavírus e essas centena de milhares de mortos pela covid 19 que a televisão nos mostra todos os dias?

Não tenha dúvida: a maioria dessas pessoas que estão morrendo, no Brasil e lá fora também, são os cidadãos comuns, como eu e você, que mesmo tendo um Plano de Saúde Privado, se ficar contaminado vai ter dificuldades de ser internado, vai demorar horas para se encontrar um leito vazio ou uma UTI.

E se esse cidadão infectado for um daqueles milhões de brasileiros que não possuem Plano de Saúde Privado e que dependem do SUS, dos Postos de Saúde, das UPAs e dos hospitais públicos, mesmo com toda a boa vontade de seus servidores, esse pobre coitado vai morrer na fila de espera ou mesmo na própria residência, sem o mínimo atendimento.

A imprensa já mostrou isso e as estatísticas também. Quem está se contaminando de verdade, morrendo ou ficando com graves sequelas são aqueles que não tem recursos financeiros suficientes para ter um bom médico e um atendimento imediato e de qualidade.

Ou seja: quem se contamina e recebe atendimento imediato e de qualidade não vem a falecer.

Isso nos leva a concluir que 90% ou mais dos contaminados e que chegam a falecer são aquelas pessoas que não dispões do acesso a esse atendimento especial e qualificado.

Sendo assim, torna-se ainda mais importante que nós, a maioria dos brasileiros que não tem privilégios, precisam de se proteger com máscaras, distanciamentos e até isolamentos se possível, pois se precisar de cuidados médicos, o destino é o cemitério.

Esta é a minha opinião. Você tem a sua.


0 visualização0 comentário