• Guilherme Cardoso

As nossas desigualdades: quanto ganha um deputado e um senador?


Olha, com esse momento grave que estamos passando pela pandemia, onde um verdadeiro desastre aconteceu nas vidas de quase todos os brasileiros, que perderam empregos, perderam pessoas queridas, perderam empresas, uma coisa nós temos que aprender como lição e não aceitar mais

Eu falo que não podemos mais aceitar as desigualdades sociais que são enormes e antigas no Brasil. Não podemos mais aceitar preconceitos, racismo, homofobia , diferenças de classes sociais e muito menos as grandes diferenças salariais e as mordomias que nós vemos e nos separam dos políticos, dos membros do judiciário, e da classe especial dos funcionários públicos.

Ontem falamos sobre os salários dos vereadores no Brasil e a sua enorme desigualdade quando se compara com os salários de outras categorias de trabalhadores nas empresas privadas.Médicos, engenheiros e professores por exemplo, não ganham nem 10 mil reais mensais, enquanto o vereador ganha 16 mil reais fixo e mais uns 60 mil reais pacomo ajuda de custo.

E os demais políticos, como os deputados estaduais , os federais e os senadores? Como é a vida desse pessoal,

Os deputados estaduais mineiros mensalmente de salário fixo, 25 mil reais, e mais 4.300,00 reais de auxílio moradia e uma verba indenizatória para seus gastos pessoais que chega a mais 27 mil reais por mês, que faz sua remuneração chegar a 56.300,00.

Você acha muito? Tem mais: cada deputado estadual tem direito a mais 1123 mil reais por mês para contratar até 23 funcionários para trabalharem em seu gabinete. Com isso, o custo toal de um deputado estadual em Minas é de 169 mil reais por mês.

Pode isso Arnaldo? Você diria se fosse numa partida de futebol.

Com todo o respeito que os deputados merecem, essa disparidade astronômica de salários em relação ao trabalhador comum, das empresas privadas não p0ode permanecer.Merde um grande repúdio.

Agora, se falarmos nos deputados federais e senadores, esses que ficam em Brasília, a coisa piora e choca mais ainda.

Os salários fixos de deputados federais e senadores são os mesmos, 33.763,00, Mas os benenefícios, as vantagens do cargo e as mordomias são maiores que os vereadores e os deputados estaduais.Afinal, coitados, eles tem que morar fora de suas casas, e precisam viajar toda semana, e para isso recebem uma cota mensal de pelo menos 30 mil reais.

Fora isso, deputados federais e senadores recebem uma verba de Aiuxílio moradia de 4.253,00, despesas com saúde, Ajuda de Custo para despesas pessoais, uma verba para despesas com gráficas e uma verba para contratar pessoal para seus gabinetes com o valor de 106 mil reais mensais.

Somando esses benefícios diretos, o salário de um deputado federal ou senador chega a 168 mil reais mensais.

É justo isso? Você concorda numa boa que deputados e senadores devem ganhar tudo isso, enquanto um trabalhador de empresa privada, tenha o diploma que tiver, mesterado, doutorado, seja médico, cientista chega a ganhar esse salário?

E esses deputados e senadores, assim como os vereadores, não abriram mão de parte de seus altos salários para ajudar na pandemia.

Falam tanto em reformas trabalhistas, reformas tributária, reforma administrativa, reforma da revidência, que já aconteceu, mas ninguém fala, ninguém debate uma profunda reforma política que comece reduzindo bastante os salários e mordomias dos políticos em geral.

Um salário de 1263 mil r4eais, equivale a mais de 100 vezes o salário mínimo brasileiro, mais de 50 vezes de quem tem um bom emprego, e centenas de vezes da maioria dos brasileiros que nesse momento de pandemia estão desempregados, sem salário algum, vivendo de 600 reais do Governo.

Que depois dessa pandemia, cada um de nós brasileiros, passamos a refletir mais, pensar melhor e ver se é correto tamanha desigualdade salarial e de mordomias entre a classe plóitica e os demais trabalhadores brasileiros. E fazer alguma coisa para mudar isso.

Esta é a minha opinião. Você tem a sua.

0 visualização