• Guilherme Cardoso

Depois que tudo passar...

* Guilherme Cardoso


Depois que tudo passar, e vai passar, muitas coisas terão que ser modificadas, derrubadas e até destruídas. Como aconteceu com a queda do Muro de Berlim e a chegada da internet., haverá grandes transformações na sociedade, na economia e na política.

O mundo está virado, de cabeça pra baixo, e quando tudo voltar, nada poderá ser como antes.

Como numa guerra, muitos serão sacrificados para se ganhar a batalha e a vida continuar. Mas as feridas abertas ficarão expostas, vão demorar a cicatrizar e provocarão mudanças profundas em tudo e em todos.

Depois desta pandemia, ficarão evidentes as desigualdades humanas. Quem não via ou não queria ver, sentirão a dor da perda e da omissão. Fome, miséria e desemprego vão ser chagas expostas para todo mundo sentir e admitir.

Desigualdades sociais extremas, disputas políticas, altos salários e mordomias extravagantes dos políticos e algumas categorias, não mais serão aceitas. O povo, até então passivo, se rebelará, não irá às urnas, não votará em ninguém ,e se não for atendido, certamente voltará às ruas para exigir justiça humanitária.

Quem sobreviver, verá!


3 visualizações