• Guilherme Cardoso

Trabalhar e receber por horas


O governo está falando agora que pensa em transformar o regime trabalhista de horas fixas mensais, em trabalho por hora remunerada. Já demorou demais.

O trabalho e o pagamento por horas é um sistema que vigora nos Estados Unidos e muitos países europeus há mais de um século e sem muitos benefícios extras para o trabalhador.

Na maioria dos países, o trabalhador, trabalha por horas, é claro não pode trabalhar quantas horas deseja, há um limite, mas ele recebe semanalmente, tem os impostos necessários, que não são muitos como no Brasil, sendo que o principal deles é a Declaração de Imposto de Renda anual, onde o trabalhador, o contribuinte declara o que recebeu e o que pagou no ano. E isto é sagrado nesses países.

Se o Brasil quiser sair desse desemprego enorme que vive, que já viveu desde anos passados e que com certeza vai piorar nos próximos anos por causa da pandemia, os governantes tem que simplificar o regime trabalhista, tem que extinguir alguns benefícios que são pagos pelos patrões, facilitar as contratações e demissões, permitir que a competência e a lei da oferta e procura prevaleçam. Governo tem que apenas recolher os impostos devidos, fiscalizar e criar programas sociais para amparar os desempregados.

Eu sou de opinião que não deveriam existir Auxílio de Férias, nem Vale Transporte, nem obrigatoriedade das empresas pagarem Planos de Saúdes privados para seus funcionários, e nem ter que contribuir para a sua aposentadoria.

No meu entender, as empresas tem o dever de empregar as pessoas, pagar-lhes um bom salário por horas trabalhadas, para que assim o empregado, recebendo um salário bom e justo, possa ele mesmo, pagar o seu transporte, fazer a sua refeição na rua, pagar seu Plano de Saúde particular e escolher como quer e com quanto quer se aposentar.

O que ninguém quer e acha inadmissível é a falta de oportunidades, o desemprego em todas as classes sociais, a impossibilidade de se estudar, fazer uma faculdade.

Se o Governo deixar de se intrometer nos negócios privados, querer ser dono de empresas, querer ficar inventando impostos para aumentar seu caixa, com certeza as empresas vão investir mais, criar milhões de empregos e fazer o Brasil crescer economicamente e socialmente.

O que o povo brasileiro precisa é de trabalho, ter renda toda a semana, todo mês, para comprar, viver e fazer a economia se movimentar.

O brasileiro não quer benefícios, ele quer oportunidades de trabalho, de estudos e de moradia. E isto só se consegue com as empresas tendo liberdade e facilidades para abrir vagas, empregar e poder demitir quando necessário.

É assim que deve funcionar a economia de um país

0 visualização